Sexta-feira, 1 de Dezembro de 2006

O que me move...

A Catarina fê-lo no princípio eu por uma questão de falta de tempo faço-o agora na recta final...

Não faço parte da associação “A Nossa Âncora”, sou simplesmente amiga da Fátima e é basicamente isso que me move...

A primeira vez que ouvi falar na Âncora foi quando fiz uma pesquisa na Internet à procura de informação sobre o luto e mandei-a à Fátima, ela já a tinha... E um dia li no blog que ela lá tinha ido e que ali sim se sentiu apoiada, que ali sim as pessoas a compreendiam, só que não tinham meios, e que ela lhes tinha falado numa exposição e que a ideia tinha sido bem aceite! E eu ofereci-me para ajudar simplesmente para que a Fátima e todas as outras “Fátimas” possam voltar a sorrir.

Não é fácil ser se amigo de alguém numa situação tão difícil, amigo no sentido que eu lhe dou porque nesta sociedade cada vez mais individualista torna-se muito difícil definir esse conceito... Não sabemos se devemos abordar o assunto, se não devemos, se devemos deixar a pessoa sozinha ou se devemos insistir no contacto... do outro lado não há sinais e nós precisamos tanto deles, mas do outro lado as pessoas estão incapazes de qualquer atitude racional, mas nós apesar de acharmos que percebemos não o sentimos e no fundo de longe o sabemos e então fugimos...

A nossa impotência perante uma tristeza tão profunda muitas vezes corrói-nos a alma... Senti-me perdida muitas vezes, lembro-me de no início ter perguntado a uma psicóloga amiga o que fazer e ela simplesmente me disse: “Sê tu própria, e fica lá”, foi o que sempre tentei fazer umas vezes melhor que outras. Nunca soube lidar muito bem com a dor dos outros...algumas vezes fugi, fui cobarde, mas na impossibilidade de lhes tirar a dor, fujo... errei e hoje sei-o...

Quero com este meu testemunho deixar um pedido a todos os “amigos” não fujam, fiquem, mesmo quando muitas vezes não têm qualquer tipo de sinal, reclamem se for preciso (eu reclamei... confesso...), mas fiquem, não fiquem à espera que a dor passe para baterem à porta , fiquem nem que seja num silêncio profundo que por vezes nos gela a alma .... estejam simplesmente disponíveis...

Muito mais tinha para dizer mas este blog terá coisas mais importantes para anunciar brevemente e eu já “roubei” muito tempo de antena!

Assim, e a titulo de resumo, gostei muito de colaborar neste projecto, surpreendi-me com a solidariedade de muita gente mas também aprendi algumas coisas, porque   estamos sempre a aprender, que há pessoas naturalmente solidárias, independentemente do que lhes é pedido (muitas)... há pessoas solidárias se não tiverem muito trabalho (bastantes), há pessoas aparentemente solidárias que prometem mundos e fundos e 0 (algumas) e há pessoas que nem querem ouvir falar de solidariedade, uma pena....

E para finalizar acho que a exposição vai ser um sucesso porque foi feita com muito amor e carinho por parte de todos que nela intervieram. Para mim já é um sucesso porque voltei a ver um bocadinho de um sorriso há muito perdido...

Aproveito para deixar aqui as maiores felicidades À Nossa Âncora e à sua Presidente que é uma jóia de pessoa e para agradecer a todos os meus AMIGOS a quem eu chateei vezes sem conta nestes últimos meses a pedir isto e aquilo.

Muito obrigada

Nuria

"Cada sorriso uma esperança"

publicado por oumun às 00:21

link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Soph a 1 de Dezembro de 2006 às 14:38
:)

Mais um sorriso... mais uma esperança!

... SEMPRE!
De Anónimo a 1 de Dezembro de 2006 às 15:49
Querida Núria,
Aproveito o pretexto da tua mensagem para também deixar aqui umas palavras. Espero que não me levem a mal..

Dizem que as tragédias aproximam as pessoas. A minha opinião é diferente.. Gosto de acreditar que não são as tragédias, mas sim a vontade inata do ser humano de reconstruir do nada, de reerguer depois do temporal e de pôr mãos à obra, independentemente da dificuldade da tarefa, que nos aproxima uns dos outros. Essa vontade existe em todos nós. Esse desejo de estender as mãos, de abrir o coração e de dizer ao outro: “Estou aqui! Usa-me para o que precisares!” nasce afinal connosco.
Acho que, embora muitos consigam não escutar essa vozinha lá de dentro, são também muitos os que lhe dão ouvidos e dessa forma são, afinal, SOLIDÁRIOS.

Foi para mim um enorme prazer colaborar com este projecto e conhecer tantas pessoas que são efectivamente solidárias. É um privilégio encontrar no nosso dia-a-dia, cada vez mais atarefado e individualista, uma oportunidade de abrir o coração e participar em algo que tem verdadeiramente sentido. É bom sentir que de mãos dadas se consegue, nem que seja por uns momentos, transformar a noite em dia e encher de luz um quarto às escuras.

É impossível não acreditar que há algo que nos guia e que faz tudo valer a pena: a luz da Laurinha e dos seus olhos DA COR DO CÉU são uma verdadeira fonte de inspiração que nos faz ter vontade de ter gestos maiores para tornar este mundo, por onde ela passou, um pouco melhor, um pouco mais bonito.

Para acabar, a devida homenagem à Fátima que também escutou a sua voz e deitou mãos à obra quando o mais natural seria desistir, que quis ajudar quando era ela que precisava de ajuda, que com a sua generosidade levou o sorriso e a memória constante da filha a milhares de pessoas, quando o mais fácil seria não sorrir, não arriscar, não acreditar.
Um beijinho também aos responsáveis da Âncora, principalmente à presidente, uma pessoa extraordinária.

E agora um apelo a todos nós: que não seja necessário a tragédia bater-nos à porta para nos aproximarmos, que esta vontade de ajudar seja banalizada, seja parte do dia-a-dia, não seja nada de especial nem de complicado.

Colabore com esta causa. Visite a exposição, adquira uma obra, torne o seu dia…e o mundo de todos nós… um pouco mais bonito.
Muito obrigada a todos!

Constança
De Anónimo a 1 de Dezembro de 2006 às 18:11
Ajudar pode ser... simplesmente, estar perto (no sentido de aceitar as emoções sejam elas a dor, a tristeza, o desespero) e dar a mão (no sentido de ajudar a transformar essas emoções em algo de nós).

Por isso, Núria, foi isso que fez!

E nós, podemos por os olhos em si. Obrigada!

a

Comentar post

Projecto âncora
âncora

.links

myspace layouts, myspace codes, glitter graphics

Tears In Heaven
By Eric Clapton
BestAudioCodes.com

.posts recentes

. ENCERRADO

. Desconto de 20% nas Obras...

. Exposição - CONCLUSÃO

. A Inauguração - SALDO POS...

. Blog

. ...

. Exposição "Da Cor do Céu"...

. AGRADECIMENTOS

. O que move a Constança Fe...

. O que me move...

. Sol

. O Preçário da exposição

. Leilão

. O Gato Músico de Julio Po...

. Duas bonitas fotografias

. Oferta de José Romano

. Harmonizador de energias

. O luar

. Uma oferta de Fernando Pe...

. Mais uma bonita tela

. Refugio na montanha

. Esclarecimento sobre doaç...

. Duas bonitas ofertas de I...

. Quadro "Dia de Natal"

. Pequeno anjo dormindo

. Quadro de Paula Ferreira

. Oferta de Zélia Cordeiro

. O andamento do Projecto

. Pequena notícia no Destak

. E uma bonita tela de Alic...

. E uma linda serigrafia de...

. No coração da mãe...

. O Padrão

. Ideograma

. Perdizes

. E duas lindas serigrafias...

. Abstractissimo...........

. Purpurinas

. Quadro a óleo de Pedro Ba...

. Cartaz "Da Cor do Céu"

. Paula Subtil pintou "Jard...

. E um quadro especial

. Passo a passo florimos o ...

. E mais um bonito quadro i...

. O fundo do Mar

. Procure no escuro...o seu...

. Mais uma oferta

. Doado pela Leonor e pela ...

. Anjo

. Doadas por Paulo Gomes

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30

.arquivos

. Setembro 2008

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.mais sobre mim

.participar

. participe neste blog

.pesquisar

 

.Visitantes

.subscrever feeds